Blog de cultura pop oriental,universo Kawaii, dicas de moda, beleza, reviews, jogos, apps, curiosidades sobre a cultura oriental e muito mais!

segunda-feira, agosto 31, 2015

Lenda da Kaguya Hime

Crazy and Kawaii Desu, Kawaii Desu, kawaii, Folclore Japonês, Lendas, Mitologia, Kaguya Hime
Imagem original do site Japan lover me
Yo Mina-San
Acho que ainda não tinha trazido nenhuma lenda para vocês, por isso resolvi falar da lenda da princesa Kaguya, uma das primeiras a serem adaptadas e incorporadas a tradição japonesa, assim como outras lendas que surgiram no período Heian, época em que a aristocracia japonesa estava se consolidando assim como muitas de suas tradições.
A lenda da princesa Kaguya mantem ainda duas características muito fortes de lendas chinesas, como o nascimento ou aparecimento de uma criança em uma planta ou fruta, no caso de Kaguya num bambu e o fato de ela ter uma origem celestial, bom vamos a lenda antes de eu fazer mais algumas considerações.   

Kaguya Hime

Há muito, muito tempo, existia um velhinho e uma velhinha, que viviam juntos numa casa no meio da floresta. Eles eram muito pobres e solitários, pois não tinham filhos para criar. O velhinho era conhecido pelo nome de Cortador de Bambus, pois, todos os dias, ele saía cedo para cortar bambus na floresta. Os dois faziam cestas e chapéus para vender e ganhar algum dinheiro. Um belo dia, enquanto estava na floresta, o velhinho avistou um broto de bambu, que brilhava, com uma luz muito intensa. Ele ficou espantado, pois, em anos e anos de trabalho, nunca havia visto algo como aquilo. Muito curioso, ele cortou o bambu e mal pôde acreditar no que viu. 
- Uma menina, uma menina! Tão pequena e tão linda, só pode ser um presente de Deus!
Ele levou a pequena menina na palma de uma de suas mãos para casa. Ao ver a menina, a velhinha também ficou muito contente e eles resolveram que o nome dela seria Kaguya Hime (Princesa Radiante).
A partir daquele dia, o velhinho passou a encontrar outros bambus brilhantes na floresta. Mas, ao invés de uma menina, eles continham moedas de ouro. Assim, a vida do casal melhorou e eles não precisavam mais produzir cestos para sobreviver. Eles creditaram o milagre à chegada de sua linda filha. Kaguya Hime crescia muito rápido e a cada dia parecia mais bonita. 
Em apenas três meses, ela já tinha o tamanho de uma criança de oito anos. Ninguém poderia acreditar que uma pessoa tão bonita pertencesse a este mundo. Logo os comentários sobre a beleza da Kaguya Hime se espalharam e vinham jovens de todos os cantos do país para conhecê-la. 
Todos queriam se casar com Kaguya, mas ela não queria se casar com ninguém. 
-Quero ficar ao lado de vocês dois. dizia a jovem para seus pais. 
Mas cinco jovens nobres, de posições importantes, foram mais persistentes. Eles acamparam em frente à casa de Kaguya Hime e pediam uma chance a ela. Preocupado, o velhinho chamou Kaguya e disse: 
-Minha filha, eu gostaria muito de ter você sempre por perto, mas acho justo que se case. Escolha um dentre os cinco rapazes que estão acampados aqui.
Assim, a linda jovem decidiu. 
-Eu me casarei com aquele que me trouxer o objeto mágico que pedirei; Um colar feito com os olhos de um dragão, um vaso feito com pedras dos deuses que nunca se quebra, um manto de pele de animal forrado de ouro, um galho que faz crescer pedras preciosas, um leque que brilha como a luz do sol e uma concha que a andorinha põe junto com seus ovos.
Estes foram os objetos que Kaguya Hime pediu. O velhinho levou os pedidos de Kaguya aos pretendentes acampados. Ele sabia que seria muito difícil conseguirem obter tais objetos. Qual não foi sua surpresa quando, ao final de alguns meses, todos os pretendentes trouxeram os presentes para Kaguya. Mas, quando eles foram obrigados a entregá-los a jovem, todos admitiram que os presentes eram falsos, pois conseguir os verdadeiros era uma missão muito difícil. E assim, nenhum deles obteve êxito. 
Quatro primaveras haviam se passado desde que Kaguya fora encontrada no broto de bambu. Mas ela ficava mais triste a cada dia. Noite após noite, Kaguya Hime olhava para a lua, suspirando. Preocupado, o velhinho um dia perguntou: 
-Por que está tão triste minha filha? 
-Eu gostaria de ficar aqui para sempre, mas logo devo retornar, disse a jovem.
-Retornar, mas para onde? O seu lugar é aqui conosco, nunca deixaremos você partir, disse o pai aflito.
-Este não é o meu reino, eu sou uma princesa de Reino da Lua e, na próxima lua cheia, eles virão me buscar. Muito assustados com a reveladora confissão de Kaguya Hime, os velhinhos decidiram pedir ajuda ao príncipe do reino onde viviam. 
O príncipe ajudou e enviou muitos guardas para vigiarem a casa do casal. Um verdadeiro exército foi formado. No dia seguinte, a temida noite de lua cheia chegou. A casa estava tão vigiada que parecia impossível alguém conseguir levar Kaguya Hime. De repente, uma enorme luz surgiu no céu, como se milhares luas estivessem presentes ao mesmo tempo.
A luz era tão intensa que ninguém conseguiu enxergar a carruagem que descia, guiada por um grande cavalo alado e muitas pessoas bem vestidas. Depois de algum tempo, quando a luz diminuiu, a carruagem já estava voando, em direção à lua. Kaguya Hime não estava mais presente, ela fora junto com a comitiva. 
Os velhinhos ficaram muito tristes, inconformados. Voltaram ao quarto de Kaguya e encontraram um potinho, presente da filha querida. Ela havia deixado um pó mágico, que garantiria a vida eterna para os dois. Mas, sem sua filha amada, os velhinhos não queriam viver para sempre. 
Eles recolheram todos os pertences de Kaguya e levaram para o monte mais alto do Japão. Lá, queimaram tudo, junto com o pó mágico deixado pela jovem. Uma fumacinha branca subiu ao céu naquele dia. A montanha era o Monte Fuji. Dizem que até hoje é possível ver a fumacinha subindo e subindo.

Bom essa é a lenda, fofa, triste, mas linda. Se você gostou dela talvez devesse assistir a adaptação que o studio Gibli fez chamada: Kaguya Hime no Monogatari, realmente uma linda adaptação que ganhou vários prêmios, se gostou do post não deixe de comentar e sugerir temas para as próximas postagens, beijos e ate a próxima.    

3 comentários:

  1. Já tinha visto sobre essa lenda em algum lugar!
    Mas não tinha tanta informação e a imagem da muito fofa *¬*
    Adoro postagens assim hehe' (acho que já falei isso kkk")
    Beijinhos *3*
    Meu Blog The World by Koizumi Visite *o*

    ResponderExcluir
  2. Oiii ^___^
    Já tinha escutado falar sobre essa lenda mas nunca li sobre
    Achei tão liiinda(。♥‿♥。) , já quero ver a adaptação do estudio Gibli ♥

    kisses~~
    Blog:ShyandBrave

    ResponderExcluir
  3. Oi~
    Não conhecia essa lenda, mas achei linda e emocionante ;//;
    Algum dia quero ir ao Monte Fuji e ver com meus próprios olhos para saber se é real ou não <3 hehe
    Kissus
    Yuurei Neko

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Autora

Autora
Contact: talytakawaii@gmail.com 

redes

Facebook Bloglovin Youtube GFC Instagram Twitter Google Plus Pinterest
Follow

Link-me

Crazy and Kawaii Desu

Blogs Otaku

Kawaiis pelo mundo

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.
Blog de cultura pop oriental,universo Kawaii, dicas de moda, beleza, reviews, jogos, apps, curiosidades sobre a cultura oriental e muito mais!

Copyright © Crazy and Kawaii Desu | Powered By Blogger